Categoria: Estética

FollicHair | Como funciona? | Preço | Bula | Reclame aqui | Anvisa | Comprar

 

Follichair

Se você chegou até essa página é porque, assim como cerca de 42 milhões de homens e mulheres no Brasil, também sofre de queda de cabelo.

Mas, antes de saber como FollicHair funciona, é muito importante você saber o que é a calvície.

Separamos algumas informações pra te ajudar:

Embora a calvície, também conhecida como alopecia, seja mais comum em adultos mais velhos, a queda excessiva de cabelo também pode ocorrer em crianças. Esse problema pode afetar apenas os cabelos do couro cabeludo ou até mesmo todo o corpo.

O interessante é que é normal perdermos entre 50 a 100 fios de cabelo por dia. Mas sabendo que temos cerca de 100.000 fios de cabelo em nossa cabeça, essa pequena perda não é perceptível.

Normalmente, os cabelos novos acabam substituindo os cabelos perdidos, mas isso nem sempre acontece. A perda de cabelo pode se acontecer gradualmente ao longo dos anos ou acontecer de forma bem rápida. Também pode ser permanente ou temporária, dependendo de cada caso, tanto em homens como em mulheres.

No entanto, pode ser impossível contar a quantidade de cabelo perdido em um único dia. Mas você pode estar perdendo mais cabelo do que o normal se perceber uma grande quantidade de cabelo no ralo após lavar o cabelo ou tufos de cabelo na sua escova.

As causas dessa perda podem ser bem variadas.

É aí que entra o FollicHair.

Vamos te mostrar tudo o que descobrimos sobre esse lançamento no tratamento para a calvície e como FollicHair funciona.

Como follichair funciona?

O que é FollicHair?

FollicHair é uma poderosa fórmula 100% natural desenvolvida para o crescimento de folículos capilares com efeito de “transplante em cápsulas”, com até 1200 novos fios por semana.

Por que FollicHair funciona?

FollicHair funciona porque age de dentro pra fora bloqueando as enzimas DHT e reativando os folículos perdidos pelo DHT, acelerando o crescimento dos fios de forma natural e rápida!

Além disso FollicHair auxilia no desenvolvimento e crescimento do folículo capilar, nutrindo as células e deixando os cabelos mais saudáveis e brilhosos. Também reduz drasticamente a calvície em poucas semanas de uso.

Follichair preço

Qual é a fórmula do FollicHair?

FollicHair é um poderoso suplemento que auxilia no crescimento dos cabelos, e diminui as quedas. Tem em sua fórmula, Vitamina A, D, E, C, B1, B2, B5, B6, B9, B12, Biotina, Ferro, Magnésio, Cobre, Selênio, Zinco e Cromo, que juntos formam um excelente time para o crescimento rápido e saudável.

Vitamina A – Ela é fundamental para o funcionamento normal do sistema visual, protege os olhos contra a degeneração macular e ainda ajuda no crescimento e manutenção das mucosas. A deficiência pode causar redução na resistência a infecções, pele ressecada e até cegueira.

Vitamina D – Essa vitamina favorece a absorção de fósforo e cálcio, fortalecendo seus ossos e dentes. Também age no sistema imunológico. Sua carência contribui para os sintomas de artrite, osteomalácia, raquitismo e deformações ósseas. Para ser sintetizada pelo organismo, ela precisa da exposição da pele aos raios ultravioleta do sol. A suplementação pode ser bem comum, já que os alimentos possuem a vitamina em pouca quantidade.

Vitamina E – Além da função antioxidante, a vitamina E é necessária à formação de hormônios e ao sistema reprodutor, pois estimula a fertilidade. A deficiência dessa vitamina, a longo prazo, pode levar a danos no sistema nervoso.

Follichair site oficial

Vitamina C – É antioxidante, ajuda a fortalecer o sistema imune, o crescimento ósseo e do tecido conjuntivo. Também ajuda no processo de cicatrização de tecidos e mantém a integridade dos vasos sanguíneos. A deficiência causa escorbuto e hemorragias, além de sangramento das gengivas

Vitamina B1 – Atua como antioxidante (ou seja, combate o envelhecimento precoce das células), dá mais disposição e energia, protege o sistema nervoso e ajuda no ganho de massa magra. A falta dessa vitamina pode resultar em fraqueza muscular, distúrbios emocionais, doenças cardíacas e, em casos muito graves, até pequenas hemorragias cerebrais.

Vitamina B2 – É muito importante para a saúde dos olhos, da pele, da boca e do cabelo. A falta pode causar lesões na mucosa da boca, rachaduras nos cantos dos lábios, gengivite, ardência dos olhos, pele seca, catarata.

Vitamina B5 – Auxilia na formação de colesterol, vitamina D, anticorpos e estruturas cerebrais. Ainda melhora a imunidade, a cicatrização e o desenvolvimento cognitivo. Quando em falta, pode causar irritabilidade, distúrbios do sono, cansaço, depressão, dor muscular e até mesmo alterações hormonais.

Vitamina B6 – Ela regula hormônios, auxilia no funcionamento de neurotransmissores e otimiza a absorção de B9 e B12. É essencial para o controle do estresse, pois auxilia na modulação do cortisol, o hormônio que ativa a resposta do corpo frente a situações de emergência.

Vitamina B9 – É importante para a formação de novas células. Sua deficiência é relativamente comum, principalmente no crescimento, gestação, lactação e em doenças graves, como leucemia. Os sintomas pela sua falta são anemia, língua vermelha e lisa, confusão mental, fraqueza, fadiga, irritabilidade e dor de cabeça. Em mulheres grávidas, pode levar a defeitos no tubo neural do feto.

Vitamina B12 – Participa da formação de novas células e ajuda a manter saudáveis as células do sistema nervoso. Quando falta, pode causar anemia perniciosa (quando o organismo tem dificuldade em absorver a vitamina e, por isso, há diminuição de glóbulos vermelhos no sangue), fadiga e degeneração de nervos.

Follichair bula

Biotina – A Biotina é essencial para a formação da pele, unha e cabelos. Também ajuda o organismo a absorver outros nutrientes. A deficiência de biotina é muito rara, no entanto, quando ocorre, está associada à depressão, erupções na pele e perda de cabelo.

Ferro – O Ferro é um mineral essencial pois contribui para o bom funcionamento das células e para a síntese de DNA e metabolismo energético. Na hemoglobina o ferro tem a função de transportar oxigênio para o músculo em atividade. Como componente da mioglobina, atua como fixador do oxigênio nas fibras musculares cardíacas e músculo esquelético, para proteger de lesão muscular durante os períodos da privação de oxigênio.

Magnésio – um mineral necessário para a produção de energia e para o desenvolvimento da estrutura óssea. Além disso, esse elemento está relacionado ao transporte de íons de cálcio e potássio através de membranas celulares, processo essencial para a condução de impulsos nervosos, controle do ritmo cardíaco e até mesmo da contração muscular.

Cobre – um mineral considerado essencial para o organismo. Ele é um oligoelemento, elemento químico muito importante para os seres vivos encontrado em baixa concentração nos organismos, porém de fundamental importância biológica.

O corpo humano não consegue produzir o cobre, por isso ele é obtido por meio da alimentação. O cobre ajuda na formação de algumas células sanguíneas, hormônios e enzimas antioxidantes, também contribui para a síntese de neurotransmissores, formação da bainha de mielina e regulação da expressão gênica. O cobre ainda ajuda a regular a quantidade de ferro no organismo e na formação de tecidos conjuntivos.

Selênio – um mineral com um alto poder antioxidante que ajuda a prevenir doenças como o câncer e a fortalecer o sistema imunológico, além de proteger o contra problemas cardíacos como a aterosclerose.

Zinco – um mineral muito importante para a manutenção da saúde porque ele participa em mais de 300 reações químicas do corpo. Sendo assim, quando está em pouca quantidade no organismo, pode causar várias alterações, especialmente no sistema imune e na produção hormônios.

Cromo – um mineral essencial e conhecido por auxiliar a diminuição da formação de colesterol e melhora de quadros de diabetes tipo 2 devido à sua ativa participação no metabolismo de carboidratos, aumentando a tolerância à glicose.

Quando associado à prática de exercícios físicos regulares, o cromo pode proporcionar redução de peso. Por estimular a sensibilidade à insulina, pode influenciar também o metabolismo proteico, promovendo maior ganho muscular.

Follichair depoimentos

Como devo usar FollicHair?

No site oficial, o fabricante recomenda a utilização do produto de forma contínua por no mínimo 3 meses para resultados incríveis e definitivos. Cada frasco contém 60 cápsulas, portanto, adquira 3 ou 6 unidades (preço promocional) para o tratamento completo.

Vai funcionar no meu caso?

Notamos que nas pesquisas que fizemos, já nas primeiras semanas você poderá notar uma enorme diminuição na queda dos fios! Claro que os resultados podem variar de acordo com o organismo de cada pessoa.

Não é possível determinar uma quantidade exata para todos. Os resultados variam de pessoa para pessoa, pois cada organismo reage de uma forma individual.

Porém é possível notar resultados logo nas primeiras semanas de uso. O fabricante também recomenda o uso contínuo por pelo menos 3 meses, para resultados incríveis e definitivos.

FollicHair é aprovado pela Anvisa?

Follichair anvisa

Sim! Composto por ingredientes naturais, o FollicHair é aprovado pela Anvisa nos termos da RDC 240 de 26/07/2018.

Além disso FollicHair é aprovado pelos órgãos nacionais, é avaliado como 100% Seguro para o consumo da população.

Qual prazo de entrega?

O prazo de entrega é de 1 a 2 semanas para você receber o Tratamento Número 1 do Brasil no conforto da sua casa.

O FollicHair só é enviado após a confirmação do seu pagamento pela administradora do seu cartão de crédito. Portanto, para a entrega acontecer corretamente é muito importante que você preencha os dados corretamente no momento do cadastro.

Onde posso comprar FollicHair com segurança?

IMPORTANTE: FollicHair é vendido APENAS no site oficial.

Cuidado com imitações que além de não funcionarem, podem trazer problemas à sua saúde.

Para ser direcionado para o site oficial, clique aqui.

O site oficial é seguro?

Sim! O site oficial é BLINDADO e 100% protegido!

Utilizamos a plataforma de pagamento Pagar-me para processar todos os pagamento. A Monetizze é uma das maiores plataformas de pagamento online da América Latina e utiliza os mais avançados recursos de segurança para Pagamentos Online disponíveis no mundo.

Suas informações pessoais são sigilosas e criptografadas no momento do pagamento (você está completamente seguro).

Follichair é bom

Qual é o Kit mais vendido?

O kit mais vendido e o mais recomendado é o KIT com 6 potes com 60% de desconto, isso porque recomendamos o uso por no mínimo 4 meses para um resultado excelente e com 6 meses você terá o resultado máximo que esse tratamento pode te oferecer.

QUEM EXPERIMENTA RECOMENDA

Depoimentos de clientes que compraram FollicHair.

Follichair site oficial Follichair Follichair onde comprar

GARANTIA BLINDADA
RESULTADOS VISÍVEIS OU SEU DINHEIRO DE VOLTA

Follichair garantia

Adquira o FollicHair hoje e seja protegido automaticamente pela Garantia Blindada FollicHair, onde você tem 30 dias de garantia, se por algum motivo, dentro do prazo de 30 dias, você achar que seu investimento não valeu a pena, nos avise pelo email de suporte contato@follichair.com que nós compraremos os frascos de volta de você.

*Consulte os termos de garantia*

Para voltar ao início do artigo clique aqui

Dicas para você que emagreceu e esta com a pele flácida.

Nada é mais frustrante do que finalmente perder peso e ficar com a pele flácida

Não me faz valer todo o esforço e muitas vezes é difícil de suportar.

De onde vem a pele flácida?

A flacidez da pele, ou pele flácida, costuma estar associada à perda significativa de peso ou simplesmente à idade da pele (quanto mais velhos ficamos, mais perdemos nossos tecidos elásticos), bem como à genética.

A pele flácida pode ser encontrada em várias partes do nosso corpo, mas é frequentemente encontrada na parte inferior do abdômen, braços, nádegas e parte interna das coxas.

A pele flácida é frequentemente comparada a um balão que, quando o inflamos pela primeira vez, é espremido e que temos de esticar para poder inflá-lo. 

Apenas, quando decidimos esvaziá-lo, ele nunca retorna à sua forma original. É um pouco igual com a nossa pele! 

Por isso, não é aconselhável realizar dietas destinadas a perder peso rapidamente (principalmente se a perda for importante) e que é necessário realizar sempre uma atividade física adaptada em paralelo.

Além do aspecto estético, a pele flácida também pode causar problemas de saúde, como erupções cutâneas por suor, mas também infecções nas dobras.

As 4 causas da flacidez da pele

A pele flácida é frequentemente mencionada como resultado da rápida perda de peso, mas não é exatamente isso. Vários fatores influenciam:

Idade: e sim, simplesmente, o efeito do tempo. A pele produz duas proteínas estruturais que são colágeno e elastina. 

Estas duas proteínas garantem a firmeza e elasticidade da nossa pele. 

Com o tempo, a renovação da pele diminui, o que enfraquece as células da derme que produzem essas duas proteínas. 

A flacidez muscular ocorre primeiro, depois a flacidez da pele…o que causa essa flacidez da pele.

Perda de peso significativa : É observada muitas vezes após um período de obesidade.

Veja o exemplo do balão … quanto mais tempo ele ficar inflado, mais difícil será recuperar sua forma original.

É o mesmo com a pele. É um pouco a reação difícil de suportar quando você finalmente conseguiu lutar contra seus muitos quilos extras.

A pele flácida está associada a uma perda de peso rápida, mas na realidade é mais sutil: é antes de tudo uma perda de peso significativa a responsável por ela.

Agora você entenderá facilmente por que a pele flácida também pode ocorrer após a gravidez.

Hormônios: eles nunca vão parar de pregar peças em nós! 

A menopausa, sem falar nisso, pode causar ressecamento da pele e favorecer o aparecimento de pele flácida.

Tabaco: muitos (infelizmente) não sabem, mas a nicotina atua negativamente sobre o ácido hialurônico que está presente em nosso organismo. 

Quando sabemos que o ácido hialurônico ajuda a hidratar a pele e protegê-la das agressões externas, imediatamente entendemos que é o mesmo fenômeno que o mencionado acima que ocorre: ressecamento da pele e aparência da pele flácido.

Então imagine se você cair nessas 4 causas! Não é fácil, não é? 

Você agora entende por que a pele flácida pode ser muito diferente de uma pessoa para outra: perda de peso, massa muscular, idade, genética …

Quais são as razões para tratar a pele flácida?

Alguns não se incomodam com a flacidez da pele quando ela aparece. 

Outros, por outro lado, não vivem essa lembrança de sua antiga vida e especialmente de seu antigo peso. 

Sem falar no estado emocional associado a esse período: depressão, ansiedade… falta de autoconfiança.

Finalmente, a pele flácida pode ser a causa de erupções cutâneas devido ao suor, mas também de infecções nas dobras. Nesse caso, torna-se realmente problemático.

Portanto, depende de você e dos efeitos que tem em você, mas também em sua saúde. 

O primeiro conselho é falar com o seu médico para ter uma opinião objetiva sobre a sua situação.

Dicas para limitar a flacidez da pele

Infelizmente, não existe uma fórmula mágica ou um creme milagroso que resolva sozinho o seu problema de pele flácida. 

Trata-se de uma alimentação equilibrada, exercícios físicos que tonificam os músculos e produtos de cuidado adequados. 

Tudo isso para firmar a pele e assim lutar contra a flacidez da pele.

1 – Proteína, sua melhor aliada

A grande vantagem das proteínas é que elas sintetizam as fibras que constituem a nossa pele. 

Essas fibras são constituídas por colágeno e elastina, conhecidas como proteínas estruturais, e sua renovação é garantida por meio de um suprimento de proteínas dietéticas. 

E se você tem acompanhado o artigo desde o início, sabe que o colágeno ajuda a manter a elasticidade da pele. 

Portanto, é importante consumi-lo.

Onde você encontra as proteínas? 

Em carnes, peixes e ovos (consumir pelo menos durante uma das refeições) mas também em laticínios, legumes e grãos inteiros. 

Faça a sua escolha!

2 – Beber água

Uma boa hidratação é essencial para a pele. Sem dúvida, ajudará a reparar os danos causados ​​à sua pele. Em particular, a água tem um efeito drenante nas toxinas e gorduras que acumulamos no corpo. É por isso que se recomenda beber água e é um conselho frequentemente encontrado na luta contra a celulite. 

A boa hidratação do nosso corpo é fundamental em geral, ainda mais quando se trata de peles flácidas. Dica: você também pode alternar as infusões de beber ou dar sabor à sua água de fruta se não gostar de água “crua”.

3 – Fortaleça seus músculos

Isso passa por exercícios específicos que são bons no combate à flacidez. De minha parte, tentei pular corda e devo dizer que é muito eficaz. A vantagem é que é um exercício que pode ser feito em qualquer lugar e que não é necessário fazer uma sessão longa. Se você conseguir durar 30 minutos cortando sua sessão em 2, isso já é muito bom. E se você pode fazer isso duas vezes por dia, é ainda melhor!

Além disso, não hesite em falar com um treinador se você for à academia. Poderão dar-lhe exercícios adaptados à zona do seu corpo com pele flácida a tratar. Às vezes, o seu treinador pode até fornecer um programa completo que permitirá que você seja orientado e motivado para durar ao longo do tempo.

Atenção: se ocorrer flacidez da pele após a gravidez, deve consultar o seu médico antes de qualquer exercício.

4 – Use um creme firmador

Embora o creme refirmante sozinho não funcione na luta contra a flacidez da pele, um estudo mostrou que usar um creme anti-envelhecimento com uma massagem adequada pode ajudar. 

O que muitas vezes é criticado com o creme firmador é que os resultados infelizmente não duram com o tempo. 

Escolha um creme que contenha colágeno ou um retinoide. 

É sabido que o colágeno ajuda a manter a elasticidade da pele e também ajuda a hidratá-la e suavizá-la.

É o que se busca em caso de flacidez da pele. Você deve saber que o creme de colágeno também é recomendado para um tratamento contra rugas.

Em geral, é aconselhável aplicá-lo pelo menos uma vez ao dia e de preferência antes de deitar, pois é durante o sono que as células da pele se regeneram.

5 – Tomar suplementos

Alguns conselhos também sobre o uso de suplementos, como o hidrolisado de colágeno (colágeno marinho). Muitos estudos têm demonstrado sua eficácia no combate aos efeitos do envelhecimento cutâneo. Também melhora a proteção, hidratação e elasticidade da pele. Tudo o que precisamos para combater a pele flácida! Recomenda-se combiná-lo com ingredientes ativos como vitamina C e ácido hialurônico. A vitamina C irá sintetizar o colágeno presente no seu corpo e o ácido hialurônico influencia a hidratação da pele e proteção contra as agressões externas.

Por fim, você sabia que a gelatina, muito usada em doces, é colágeno animal cozido? Você vai entender, também é bom lutar contra os flácidos.

Cirurgia estética para pele flácida

Às vezes, a única solução é o tratamento cirúrgico e você precisará educar-se sobre o manejo. 

A abdominoplastia é geralmente coberta, mas para ter certeza do valor da cobertura e do valor eventualmente restante por sua conta, é melhor enviar um processo completo à segurança social e não hesitar em consultar um médico. 

Para atos de cirurgia estética, os tratamentos são específicos para determinados casos e isso deve ser justificado e encaixado em um quadro preciso (exemplo: cirurgia reconstrutiva). 

Nota: às vezes é indicado que a pele extra só será removida se conseguir estabilizar o peso por pelo menos 6 meses.

Você não deve se assustar imediatamente quando se trata de cirurgia. 

Não se esqueça que a operação será adaptada à sua situação e que hoje existem várias técnicas médicas (abdominosplastia, levantamento de braço, levantamento de coxa, etc.), mais ou menos invasivas e que dão resultados: o tecido o excesso de pele é removido e a existente é apertada.

Perda de peso rápida e significativa e pele flácida

Queria abordar este assunto separadamente porque infelizmente, por querer perder peso rapidamente, não podemos imaginar as consequências para a pele. 

A flacidez da pele será repentina e a flácida ocorrerá. Será tarde demais para recuar e você sentirá como se estivesse passando de um pesadelo para outro e eu sei do que estou falando! 

Por isso, para perder peso tem que contar com um programa que vai se espalhando ao longo do tempo e vai permitir-lhe controlar de alguma forma a sua perda de peso e acima de tudo minimizar o impacto. 

Portanto, não é uma questão de dieta, mas de reequilíbrio alimentar.

Vamos enfrentá-lo, a perda rápida de peso geralmente está ligada a dietas que são muito restritivas e não fornecem ao seu corpo todos os nutrientes de que necessita. Isso pode, portanto, desenvolver outras deficiências. 

O regime deve, portanto, ser proibido e novamente sei do que estou falando.

O que fazer com a pele flácida depois de perder peso?

A maioria das pessoas que perdeu peso após uma dieta drástica costuma ter problemas com pele flácida. Quer essas pessoas tenham perdido muito peso ou apenas alguns quilos, é comum que a pele ceda em alguns lugares.

A pele flácida debaixo dos braços, estômago ou pescoço pode ser especialmente frustrante. Felizmente, isso pode ser remediado.

Então, o que fazer com aqueles pedaços soltos de pele que ficam pendurados depois de perder peso? 

Para a maioria das pessoas que perderam muito peso com sucesso em um curto período de tempo, a cirurgia é a melhor opção. 

Porém, existem outras opções para quem prefere evitar a cirurgia: praticar esportes, massagens, usar cremes firmadores, etc.

Passar por cima da mesa de bilhar não é a única maneira de combater a flacidez da pele. No artigo a seguir, reunimos maneiras e dicas que serão úteis para firmar e enrijecer a pele.

1. O problema da perda de peso rápida 

Dietas que prometem resultados imediatos não são apenas ineficazes, mas também perigosas para a saúde. Privar seu corpo de nutrientes essenciais para seu funcionamento adequado irá colocá-lo em um estado de desnutrição.

Embora os resultados instantâneos que você vê no espelho possam parecer promissores, essa perda de peso pode desacelerar o metabolismo. Essa desaceleração do metabolismo costuma ser a causa da recuperação posterior.

Outra desvantagem da perda rápida de peso, especialmente se você tem muitos quilos a perder, é acabar com o excesso de pele. 

Esse é o caso de pessoas que fizeram uma cirurgia para perda de peso.

Idealmente, para evitar flacidez da pele, é melhor ter uma perda de peso lenta e saudável. 

Perder peso rapidamente não dá tempo para que a pele se contraia gradualmente, resultando em flacidez da pele.

Na verdade, há uma correlação entre a rapidez com que você perderá peso e a flacidez da pele. 

Quanto mais rápido você perder muitos quilos, maior será a probabilidade de sua pele ficar flácida .

Para perder peso de forma saudável, você deve criar um deficit calórico que lhe permita perder entre 500 gramas e 1 quilo por semana. 

Essa perda de peso é razoável e há uma boa chance de que a maior parte do peso perdido seja gordo.

Se um deficit maior for criado, isso levará a uma perda de peso mais rápida e há um risco maior de você perder muito mais tecido muscular, especialmente quando essa perda de peso ocorre por um longo período de tempo.

Tente perder peso em um ritmo lento e constante, tendo um deficit calórico saudável. Isso manterá muito mais tecido muscular, o que impedirá a flacidez da pele.

Se apesar de tudo observar flacidez na pele, ainda pode recorrer aos métodos abaixo.

Veja também: O suplemento para cuidado da pele chamado Skincaps Funciona?

2. Cirurgia reconstrutiva

A cirurgia não é necessariamente necessária para todas as pessoas que perderam muito peso porque algumas pessoas conseguem manter a pele firme apesar de perderem muito peso.

Enquanto para outros não haverá escolha a não ser recorrer à cirurgia reconstrutiva para se livrar do excesso de pele.

É recomendado principalmente para pacientes obesos que perderam mais de 60 kg em menos de 2 anos

Os cirurgiões geralmente recomendam esperar e estabilizar seu peso por pelo menos um ano antes de começar a considerar a cirurgia reconstrutiva.

Em alguns casos, esta cirurgia reconstrutiva é reembolsada pelo seu seguro de saúde. 

Consulte o seu médico e o seguro de saúde se for esse o caso. A cirurgia mais comumente realizada é a abdominoplastia.

A abdominoplastia consiste na retirada do excesso de pele do estômago. 

O body lift também pode ser realizado se houver excesso de pele nas laterais e nas costas. 

Também é possível realizar várias operações de cirurgia reconstrutiva nos braços, coxas e seios.

3. Cuide da sua pele

Você sabia que a pele é o maior órgão humano? Como a camada mais protetora de seu corpo, sua pele é composta de proteínas de elastina e colágeno. 

São as fibras dessas proteínas que dão à sua pele força, firmeza e elasticidade.

Quando você ganha peso, portanto, é a elastina e o colágeno que permitem que sua pele se estique sem rasgar. 

No entanto, com o tempo, quanto mais peso você ganha, mais essas fibras de proteína se enfraquecem e se deterioram.

Isso explica porque, após uma perda de peso muito rápida e significativa, é difícil para a pele, que atua como um órgão “elástico”, recuperar sua forma original.

Pense em uma mola que você estica com muita frequência. 

Mesmo que ele sempre retorne à sua posição original, eventualmente ele desistirá. 

É o mesmo com a pele.

Com o tempo, a pele não consegue se contrair como antes, devido ao enfraquecimento das fibras da pele. 

É o que leva ao aparecimento de excesso de pele durante a perda de peso.

Além disso, a flacidez da pele também é o resultado de uma perda de peso significativa e rápida e levará algum tempo para se firmar. 

Portanto, certifique-se de ter uma perda de peso saudável e gradual.

Além disso, cuide da sua pele e nutra-a. Uma esfoliação por semana pode ajudar a remover as células mortas da pele e aumentar a circulação da pele. 

Um banho quente com sal marinho e minerais pode restaurar o brilho à sua tez.

Cremes para firmar a pele com fórmulas à base de ervas e ingredientes como Aloe Vera, Ácido Hialurônico, Extrato de Levedura, Proteína de Soja, Vitamina C, Vitamina E e Vitamina A pode ajudar a hidratar e aumentar a formação de colágeno e elastina na pele.

Se você não seguir as instruções abaixo, ajudará a reduzir a elasticidade da pele:

  • Evite o uso de detergentes agressivos, como sulfatos em sabonetes, xampus e detergentes líquidos
  • Limite sua exposição ao sol e fique longe de cabines de bronzeamento
  • Limite também a sua exposição à água quente e à água com cloro.
  • Se você for sair em um dia ensolarado, tome um banho logo depois, ao chegar em casa, e aplique hidratante na pele.
  • Evite fumar

Você pode não notar mudanças durante a noite, ou mesmo nas primeiras semanas. 

Mas se você for paciente o suficiente, poderá ver resultados satisfatórios depois de alguns meses.

4. Consumir certos nutrientes

Durante a perda de peso, a elasticidade da pele desempenha um papel importante na determinação do nível de flacidez da pele.

Embora a idade também desempenhe um papel importante em determinar se sua pele será capaz de se firmar após ser esticada, uma dieta saudável preserva o colágeno e a elastina, que são as fibras de proteína que ajudam a fortalecer a estrutura da pele.

Em geral, para ter uma pele saudável, é importante uma alimentação saudável e balanceada, rica em nutrientes e pobre em produtos açucarados e/ou ultraprocessados.

Muito açúcar pode danificar a pele e aumentar o risco de perda de elasticidade.

Mais especificamente, você precisa incluir vitamina C suficiente em sua dieta. 

Separamos também para você um vídeo sobre o assunto:

A vitamina C é essencial para a síntese de colágeno

Ajuda a proteger a pele dos danos do sol e melhora a aparência da pele.

Além disso, os alimentos ricos em ácido linoléico, ou ácidos graxos insaturados, ajudam a fortalecer a força e a estrutura da pele. 

O ácido linoléico é encontrado em: frango, sementes oleaginosas, certas sementes e óleos vegetais.

Esse artigo vai ficando por aqui mas se você quer voltar para nossa página inicial basta clicar no link.

Até a próxima!